quinta-feira, 23 de março de 2017

ORLANDO E DISNEY - EUA


Ariano Suassuna, você já foi à Disney? Eu já, Ariano, eu já...ré ré ré ré














Quando criança, ir à Disney era algo tão improvável e distante  para mim  e para os que faziam parte do meu mundo, que nunca chegou a ser um sonho. Não me lembro de conhecer alguém que tenha feito esse passeio na minha infância. Enfim, não conheci o fantástico mundo do Walt Disney. E isso não me fez a menor falta, é claro. Já madura, e sem esse "trauma" para "curar", deixei de colocar aquele destino na minha lista dos mil lugares a ir antes de morrer. Entretanto, um dia, descompromissadamente, falei para meu neto mais velho que o levaria à Disneilândia, quando fizesse dez anos. E esqueci. Só que o garoto, que tem memória seletiva muito boa, no tempo certo, cobrou. E lá fomos nós conhecer o velho Mickey Mouse e sua turma. Confesso que não estava nem um pouco empolgada, vendo na viagem apenas a quitação de um  débito com o menino. Não imaginei que me divertiria tanto, foi mesmo muito legal curtir tudo aquilo na maturidade, ao lado do meu neto.
Meu filho e minha nora, que já haviam ido, também foram, eles amam Orlando e acho que voltarão toda vez que for possível. Achava muito estranho quando adultos falavam de forma tão empolgada sobre a Disney, de como gostam de ir lá, com ou sem filhos. Agora eu sei que é muito bom e não tem prescrição de idade.
O aniversário do garoto é em janeiro, entretanto, a data escolhida para a viagem foi final de abril de 2015, quando aproveitamos para comemorar também o meu, 1º de maio. Foi mesmo um aniversário muito diferente para mim, com um atraso de, no mínimo, uns quarenta anos.
A saída foi de Manaus, para aproveitar uma promoção de passagens aéreas, com escala no Panamá. Muito cansativo, mas o preço compensou.




Toda a viagem foi planejada pelo meu filho, que tem fluência no inglês, facilidade para encontrar coisas baratas e adora comandar. Além disso, ele e a minha nora já tinham feito a mesma programação um ano antes com amigos. Assim, tudo foi feito com bastante antecedência: reserva de hotel, locação de carro e até a compra de ingressos. Isso facilitou bastante a nossa vida por lá, sem perda de tempo precioso a ser gasto nos incríveis parques. 
É claro que uma boa parte da viagem foi dedicada aos maravilhosos outlets de Orlando, o paraíso do consumo.
Os nossos dias eram pequenos para tanta diversão, mas a jornada era bastante puxada, acho que nunca caminhei tanto na minha vida, no mínimos uns vinte quilômetros no vai-e-vem diário dos parques. Tudo lá é gigantesco e bem longe, com muitas filas, mas com muita organização. Teve dia que saímos do complexo no início da madrugada, mortos de cansados, para no dia seguinte recomeçar toda a maratona.





   




Orlando é um dos destinos turísticos mais procurados por pessoas do mundo todo, dizem que só perde para Paris em número de visitatante/ano.
A cidade localiza-se na região central da Flórida,  possuindo um clima subtropical bastante agradável na maior parte do ano, com pouca chuva e sem incidência dos furacões que varrem boa parte da costa do estado. Exatamente por essas características climáticas foi escolhida para abrigar os maiores complexos de parques de diversão do mundo.
Já na chegada deu para ver a beleza da cidade. Construída em região bastante pantanosa, possui lindas áreas verdes, largas avenidas, ruas bem sinalizadas e trânsito super organizado. Sem falar nos vários outlets e shoppings que fazem a alegria do voraz consumidor. Os brasileiros são apaixonados por Orlando.















Uma breve história sobre Orlando - pesquisa em sites da internet, não garanto a veracidade :
Território habitado por nativos indígenas americanos da tribo "Seminoles", viveu três grandes guerras entre os anos de 1836 a 1850, quando o exército americano por lá montou seus acampamentos. O nome, dizem, é graças a um soldado americano morto em combate, cujo sepultamento deu-se sob uma grande árvore, sendo seu nome nela gravado: Orlando Reeves. Assim, as pessoas que por lá passavam ou se instalavam viam aquele nome e assim começaram a denominar o local.
Entretanto, quem colocou Orlando no mapa foi Walt Disney que, a partir de 1965, começou a adquirir, anonimamente, grandes porções de terras nos arredores da cidade, para ali concretizar seu maior sonho: criar o maior complexo de lazer e entretenimento do mundo, a Walt Disney Word, ou apenas Disney, como é conhecida mundialmente. Em 1971 são inaugurados os primeiros parques temáticos da região: Walt Disney World Resort e o Magic Kingdom, inaugurando, igualmente, um crescimento regional extraordinário, graças aos cerca de 60 milhões de visitantes que a cidade recebe ao ano, impulsionando a roda gigante da economia local.
Outros parques surgiram ao longo do tempo, embora os mais conhecidos continuem a ser aqueles dos estúdios Disney.














Orlando com seu movimentado complexo turístico atrai gente do mundo todo, exigindo uma infraestrutura gigantesca de hotéis, restaurantes, lanchonetes, casas noturnas, empresas de locação de veículos, serviços de guia e tudo mais que possa atender a enorme demanda.
A cidade tem acomodação para todos os gostos e bolsos, inclusive hotéis de cinco estrelas dentro dos próprios complexos dos parques. Nós ficamos hospedados no Country Inn & Suites (https://www.countryinns.com/), um três estrelas de grandes apartamentos, lembrando que três estrelas americano não tem nada a ver com o brasileiro. O nosso tinha duas camas kings, geladeira e micro-ondas, o que nos permitia preparar boa parte do lanche que levávamos para os parques, porque comer todos os dias lá fica muito caro. No Walmart, que é mil vezes melhor que o do Brasil, compramos todo tipo de comida pronta que tanto agrada a garotada. Como o hotel oferece café da manhã, embora bem ao estilo americano, que eu não gosto muito, nossa despesa com restaurante era mais no jantar. Só teve um restaurante que fomos que me agradou, o Oliver Garden, que tem uma boa comida italiana, com preço justo. Claro que lá tem restaurante bom demais, pra quem está  a fim de gastar muito com comida.













Existem tantas atrações em Orlando, que para se conhecer tudo seria necessário muito mais que um mês de férias. Por  isso é importante escolher quais as atrações que gostaria mais de conhecer, planejar os passeios e comprar os passaportes corretos, que são ingressos que dão acesso aos diferentes parques. Pra mim era tudo Disneilândia, vi que não é bem assim. São atrações distintas, sem qualquer ligação entre elas, em locais diferentes, até bem afastados uns dos outros, sendo necessário se organizar, caso queira explorar os parques. E se o tempo e a grana forem apertados, aí é que tem que se organizar mesmo, como foi o nosso caso. Meu filho escolheu os parques, com base no passeio que fizeram a Orlando no ano anterior.
Apesar da diversidade de atrações, dois grandes complexos de parques se destacam, sendo os mais procurados: Walt Disney World Resort e o Universal Studios. Ainda assim não foi possível ver tudo que existe nos dois complexos, por exemplo, não fomos ao Sea World, que meu filho achou pouco atraente para um garoto de dez anos. Mas quando voltar para levar o outro neto, vai ser a principal atração, pois o garoto ama animal, ainda mais os aquáticos.
Peguei na internet um esquema para apresentação dos parques dos dois maiores complexos em Orlando, mas focarei naqueles que visitamos, claro:
*Complexo de Walt Disney World Resort, formado pelos parques:
*01 - Magic Kingdom Theme Park: 41 atrações e shows;
02 - Epcot; 10 atrações;
*03 - Disney's Hollywood Studios: 14 atrações;
04 - Animal Kingdom.
Além de três parques aquáticos:
01 - Disney River Country Water Park;
02 - Disney Typhoon Lagoon  Water Park;
03 - Disney Blizzard Beach  Water Park.    
*Complexo da Universal Studios, formado pelos parques:
*01 - Universal Studios;
*02 - Adventure Islands;
03 - Sea World;
04 - Busch Gardens.

MAGIC KINGDOM THEME PARK, ATRAÇÕES:

 SPACE MOUNTAIN









 BIG THUNDER MOUNTAIN RAILROAD:  


















 MINA DE DIAMANTES DE BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES:









O TAPETE MÁGICO DE ALADIM:





 O CASTELO DA CINDERELA:

 

 











A MANSÃO ASSOMBRADA:











LIBERTY SQUARE RIVERBOAT: 


















 PIRATES OF THE CARIBBEAN:













SWISS FAMILY TREEHOUSE:









DISNEY ELETRICAL PARADE:
















 SHOW DE ENCERRAMENTO MAGIC KINGDOM:













 DISNEY HOLLYWOOD STUDIOS, ATRAÇÕES:



ROCK 'N' ROLLER COASTER    








TOY STORY MIDWAY MANIA:





 



 


STAR TOURS THE ADVENTURES CONTINUE:




THE GREAT MOVIE RIDER: 



 THE TWILIGHT ZONE TOWER OF TERROR:




LIGHTS, MOTORS, ACTION! EXTREME STUNT SHOW:






  


 

STREETS OF AMERICA:













INDIANA JONES:






UNIVERSAL STUDIOS ORLANDO







JURASSIC PARK:







TUBARÃO:








TRANSFORMERS:






THE SIMPSONS:








MONTANHA RUSSA DO HULK:









DESENHOS ANIMADOS:









UNIVERSAL' S ISLANDS OF ADVENTURE

MARVEL SUPER HERO:








HARRY POTTER: